Acesso Restrito a Professores



Casoteca celebra quatro anos com dois novos casos e oficina

18/05/15 - Para celebrar os quatro anos da Casoteca de Gestão Pública, a Escola Nacional de Administração Pública (Enap) divulga, neste mês de maio, dois novos estudos de caso. Os objetos de aprendizagem são resultado da 4ª Oficina sobre Metodologia de Estudos de Caso, realizada em novembro de 2014. Na ocasião, os participantes ampliaram seus conhecimentos sobre o tema e desenvolveram habilidades para elaboração e uso da metodologia de estudos de caso. A 5ª edição da Oficina será realizada de 25 a 27 de maio.

O caso intitulado “Sinuca de bico – o bêbado e o equilibrista” foi escrito por Bia Neves, Denis Sant’anna Barros, Guilherme Milagres, Iracema Fujiyama e Thaís Kawashima. Retrata a situação vivida pelo servidor Francisco que, embora satisfeito em seu setor, precisa conviver com os problemas de alcoolismo de seu colega Tito. Para o superior hierárquico de Francisco, há apenas uma solução: a abertura de um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) e a devolução de Tito ao seu órgão de origem. Francisco passa então por um dilema: se, por um lado, é preciso avaliar as circunstâncias, reconsiderar a situação e pensar no bem estar de Tito, por outro ele corre o risco de se indispor com sua chefia e perder a sua própria função. O estudo de caso pode ser utilizado em cursos de Gestão de Pessoas, Liderança e Negociação.

Já o objeto de aprendizagem elaborado por Ana Maria Cunha, Adriano Gallo, Raquel Vidal e Roberta Cortizo, “A pregoeira que era honesta demais”, apresenta a situação de Joana, servidora de carreira do Tribunal de Justiça do Estado de Caravelas. A convite do Secretário de Administração do Estado de Caravelas, ela se torna superintendente de licitações de todo o Estado. Ao assumir o cargo, refaz as contas para contratações e adota nova modalidade de licitação, dificultando fraudes. Em pouco tempo, Joana consegue economizar para os cofres públicos. Mas também passa a ganhar a inimizade de políticos e empresários da região. O trabalho de Joana passa a ser ameaçado. Sua carreira profissional e sua idoneidade moral tornam-se alvos de difamação e questionamentos. O estudo de caso pode ser utilizado em cursos de Ética, Procedimentos Licitatórios e Gestão orçamentário-financeira.

A Casoteca possui outros estudos elaborados em oficinas sobre a metodologia:

• “Como avaliar o desempenho de Cecília?”, de Luanna Sant’Anna Roncaratti, Márcia Knop, Maciel Antunes e Eduardo Paracêncio (2011).
• “Paulo, ser ou não ser servidor público? O caso dos novos servidores públicos que irão se aposentar pelo teto do INSS”, de Cássia Chagas, Dêner Martins, Simone Armond e Valéria Porto (2015).
• “Passando do limite no ambiente de trabalho”, de Tânia Fontenele, Amarílis Busch, Gustavo Tessari e Lilian Rodrigues (2011).
• “Sistema fora do padrão ou padrão fora do sistema? Entre a identificação e a expressão do indivíduo na emissão de passaportes”, de André Oliveira, Eduardo Rossi, Michelle Marques e Patrícia Nottingham (2015).

Sobre a Casoteca

A Casoteca é um espaço virtual para divulgação do conhecimento e de novos métodos de ensino. Propõe a participação de professores, alunos, servidores, pesquisadores e colaboradores de diversas áreas na elaboração de estudos de caso para a capacitação de profissionais.

Se você já desenvolveu um estudo de caso para ensino e deseja publicá-lo, é possível divulgá-lo na Casoteca de Gestão Pública da Enap. Caso queira produzir um estudo de caso, entre em contato conosco. Após sua elaboração, o texto será analisado e, caso aprovado, adicionado ao acervo virtual.

Outras Informações:

Casoteca de Gestão Pública da Enap
www.casoteca.enap.gov.br
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.